Author

4-beneficios-de-utilizar-um-servidor-cloud-com-storage-ssd.jpeg
Servidores,

4 benefícios de utilizar um servidor cloud com storage SSD

0 comentários

Apostar na alta performance de seus servidores é uma ótima maneira de armazenar grandes quantidades de dados e acessá-los com alta velocidade de processamento.

Um servidor cloud com storage SSD é um ótimo aliado para rápida leitura e acesso das informações. Composto por chips com memória flash, ele faz o armazenamento das informações com auxílio da memória RAM ou por um drive.

O SSD (Solid-State Driver) está um passo à frente do disco rígido, ou HD. O SSD não apresenta partes que se movem, como acontece na leitura da unidade convencional de armazenamento.

No SSD tudo ocorre por meio de um circuito semicondutor que faz a leitura e armazenamento dos dados de maneira mais eficiente que o disco rígido. Porém, você sabe quais os benefícios de utilizar um servidor cloud com storage SSD? Continue a leitura e descubra!

1. Maior organização dos dados

Ao utilizar o SSD no seu servidor, você pode organizar melhor as informações ali alocadas. O armazenamento dos dados é organizado em camadas, o que ajuda a tornar o trabalho mais eficiente.

Além de deixar o trabalho mais ágil, a organização das informações também auxilia na redução de gastos e aumenta o desempenho dos colaboradores.

2. Alta performance e maior velocidade

Usando o SSD, que armazena seus dados eletronicamente, você tem maior velocidade na leitura das informações. Sua velocidade média de leitura é em torno dos 500 MB por segundo, enquanto o HD tem apenas 120 MB por segundo — três vezes menor que a capacidade do SSD.

Além do fato de ser mais rápido para realizar a leitura dos dados, esses servidores não correm o risco de sofrer problemas com a fragmentação dessas informações — problema que gera lentidão na leitura e causa considerável perda de eficiência.

3. Capacidade de recuperação

Geralmente, os servidores atendem simultaneamente uma grande quantidade de pessoas, o que faz com que a demanda de informações seja muito alta.

A taxa de recuperação do SSD oferece alta performance na utilização em servidores cloud. Por outro lado, isso não ocorre ao utilizar um HD que possui leitura mecânica. O disco rígido, quando sobrecarregado, pode apresentar falha nas peças, causando paralisação dos serviços.

Banner E-book Migração para Nuvem

4. Estrutura menor

O SDD costuma ser três vezes menor que um disco rígido, o que garante que ele ocupe menos espaço e auxilie bastante na redução nos gastos. Além disso, o SSD funciona com a temperatura mais baixa, sendo assim, seu consumo de energia é menor.

Esses benefícios nos mostram que, ao fazer a utilização de um servidor cloud com storage SSD, você pode ganhar mais eficiência no serviço, graças à alta performance e velocidade de processamento. Outro grande benefício é que a tecnologia foi desenvolvida para garantir uma ótima leitura dos dados, sem interrupções. Por esse motivo, é ideal para servidores que possuem um grande número de acessos simultâneos.

Agora que você já sabe quais os benefícios de usar um servidor cloud com storage SSD, que tal se inscrever em nossa newsletter? Assim, você fica por dentro de outras novidades relacionadas ao assunto e ainda pode conhecer melhor as soluções que oferecemos!

3-aspectos-importantes-sobre-o-uso-do-iaas-como-suporte-de-negocios.jpeg
Cloud Computing,

3 aspectos importantes sobre o uso do IaaS como suporte de negócios

0 comentários

A migração para a computação em nuvem (cloud computing) está se tornando uma estratégia cada vez mais utilizada no mundo dos negócios. O aumento da procura é uma resposta as vantagens enxergadas sobre a aplicação tradicional das tecnologias da informação (TI) no Data Center in-house, um modelo que é conhecido como “on-premises”.

Nesse cenário, o IaaS (Infrastructure as a Service) ganha uma grande importância! Descubra, a partir de agora, como esse modelo de nuvem pode ser usado como suporte de negócio!

O que é IaaS?

Infraestrutura como serviço é um formato de computação em nuvem que fornece todos os recursos de um Data Center local, porém de forma virtualizada disponível via Internet. Em um modelo IaaS o provedor de nuvem hospeda os componentes do Data Center (servidores, dispositivos de armazenamento e rede, firewall, etc.) na nuvem, virtualizando a infraestrutura de TI por completo.

O provedor de IaaS também fornece uma variedade de ferramentas e serviços para o gerenciamento da infraestrutura, facilitando os processos de monitoramento e controle de acessos, balanceamento de cargas de trabalho e implementações de políticas de segurança, como backups, replicações e planos de recuperação (DR).

Fisicamente, o “pool” de recursos é oferecido por meio de uma rede de servidores interligados pela web e distribuídos por várias regiões diferentes para agregar segurança, ficando o provedor responsável pela manutenção da infraestrutura. Com o IaaS, a empresa recebe acesso a um ambiente online preparado para recepcionar seus dados, sistemas, configurações de rede e tudo o que compor o Data Center.

Como esse modelo de infraestrutura contribui para o negócio?

Lembra das vantagens que falamos no início? As principais são:

1. Pagamento por utilização

Em geral, quem contrata um serviço de IaaS paga apenas pelo o que usa. Os provedores cobram mensalidades com base na quantidade de espaço utilizada pelas máquinas virtuais, bem como outros serviços e recursos como memória, CPU e transferência. Esse modelo de pagamento por uso elimina a necessidade de investimentos em hardwares e softwares locais, além de cortar os custos com capacidade de TI ociosa.

2. Agilidade e flexibilidade

O IaaS é um modelo ideal para suportar cargas de trabalho temporárias, experimentais ou que mudam inesperadamente. Por exemplo: se a empresa está desenvolvendo um novo produto (software), pode ser mais econômico hospedar os recursos na nuvem, desenvolver e testar a aplicação em um ambiente IaaS. Depois de finalizado, ele pode ser transferido para outro local ou permanecer hospedado ali mesmo.

3. Escalabilidade

As organizações estão preferindo usar o IaaS porque, na maioria das vezes, é mais fácil, rápido e rentável operar uma carga de trabalho sem ter que comprar, gerenciar e suportar a infraestrutura subjacente. Com a IaaS, a empresa pode simplesmente alugar a infraestrutura que precisa de outra empresa (provedor) que oferece potencial de escalonamento dos espaços, ferramentas e outros recursos necessários.

Banner E-book Migração para Nuvem

O que difere o IaaS do PaaS e do SaaS?

O IaaS é apenas um dos vários modelos de computação em nuvem e é complementado por outros alternativos, como PaaS (Platform as a Service) e SaaS (Software as a Service).

O PaaS se baseia no modelo de IaaS porque, além dos componentes de infraestrutura subjacente, os provedores hospedam, gerenciam e oferecem sistemas operacionais, middleware e outros recursos de execução para usuários da nuvem. O PaaS é ideal para desenvolvedores e empresas que buscam utilizar a tecnologia de containers/docker em sua infraestrutura.

Já no SaaS, as empresas de software hospedam, gerenciam e oferecem toda a infraestrutura, bem como aplicativos, para os usuários. A empresa não precisa instalar nada. Ela simplesmente efetua o login e usa a aplicação oferecida pelo fornecedor, que é hospedada/executada em infraestrutura na nuvem. Há uma certa liberdade para configurar a maneira como o aplicativo funciona e quais usuários estão autorizados a usá-lo, mas a estrutura principal da aplicação é mantida.

Resumindo, dá para afirmar que os modelos de nuvem SaaS, PaaS e, principalmente IaaS, devem substituir os modelos de infraestrutura tradicional, revolucionando a arquitetura de Data Centers em todo o mundo.

Gostou desse artigo? Quer entender mais a fundo as diferenças entre IaaS e PaaS? Então aproveite para ler também esse outro post exclusivo sobre o tema!